A Psicoterapia consiste em um tratamento que objetiva melhorar ou solucionar (“curar”) os problemas emocionais e comportamentais. O profissional habilitado a oferecer este tratamento é o psicólogo ou um psiquiatra com formação em psicoterapia.

Geralmente, uma pessoa procura um psicoterapeuta, sentindo muitas emoções desagradáveis como tristeza, depressão, ansiedade, das quais não sabe muito bem as causas. E através da psicoterapia e suas diversas formas de entender os sofrimentos emocionais e comportamentais, possibilitará que a pessoa compreenda e consequentemente passe a lidar melhor ou até mesmo mudar essas emoções e comportamentos perturbadores.

Psicoterapia Cognitivo Comportamental

A Terapia Cognitivo Comportamental é uma abordagem psicoterapêutica fundamentada no modelo cognitivo, relacionando que emoção e o comportamento são determinados conforme a maneira que o indivíduo vivência e interpreta o mundo.

A TCC, foi desenvolvida por Beck no início da década de 60. Beck desenvolveu estudos sobre a depressão, nos quais teve sua atenção despertada pelas características negativas do pensamento depressivo. Aos poucos, foi estruturando um modelo cognitivo da depressão. Conclui-se que, independentemente das suas causas, a depressão poderia ser definida como sendo uma confusão do pensamento consciente, ou seja, os sintomas do paciente ocorreriam devido ao processamento cognitivo geralmente pessimista. Concluindo-se consciente, a aparição dos sintomas não estaria fora de controle do paciente, pois seu estado de humor e seu comportamento seriam conseqüência de uma visão distorcida de si, dos outros e do mundo. A psicoterapia seria a modificação desses pensamentos errôneos.

A terapia cognitiva pode ser aplicada em pacientes de diversas idades e de diferentes níveis educacionais, econômicos ou culturais; podendo ser realizada individualmente ou em grupo. No tratamento seja qual for o transtornos psicológicos, deve-se identificar e modificar os pensamentos e crenças errôneas em relação a realidade, que influenciam no estado de humor, no afeto e no comportamento dos indivíduos.

 

Esta forma de psicoterapia é uma abordagem:

• ativa,onde o paciente e psicólogo estão interagindo afim de que o próprio paciente aprenda a identificar e modificar seus pensamentos;
• é também diretiva,no sentido que se preocupa com acontecimentos do dia a dia, investigando pensamentos, sentimentos e comportamentos atuais do paciente, usando a história passada apenas quando para contribuir na compreensão de suas crenças;
• a terapia cognitiva comportamental ainda é educativa, onde o terapeuta ensina o paciente o modelo cognitivo, a natureza do seu(s) problema(s), o processo terapêutico e a prevenção de recaída.
• Essa abordagem terapêutica utiliza tarefas de casa,que auxiliam o cliente na reflexão fora do consultório assim como a utilização de técnicas de modificação de comportamento. O objetivo final desse processo psicoterapeutico é proporcionar maior qualidade de vida ao cliente, através do conhecimento de si próprio.